domingo, 5 de novembro de 2017

PAULO RAMOS CONTINUA 'CRIANDO' GADO BOVINO NAS RUAS... E CONTINUA CONTANDO COM A OMISSÃO DA PREFEITURA E DEMAIS AUTORIDADES...



PAULO RAMOS CONTINUA ‘CRIANDO’ BOIS E VACAS NAS RUAS... E CONTINUA CONTANDO COM A OMISSÃO DA PREFEITURA E DEMAIS AUTORIDADES...
As cenas acima, com bois/bezerros, no meio das ruas, ainda se repetem em algumas cidades pequenas e médias, incluindo aquelas tidas por desorganizadas (leia-se de pouca ordem).
Em Paulo Ramos, a coisa já foi pior, mas a cidade ainda figura nessa, digamos assim, ‘lista suja’ da criação de animais bovinos, de forma irresponsável em lugares públicos, reservados exclusivamente para humanos...
A bem da verdade, os “Fazendeiros de Rua”, em Paulo Ramos, vêm insistindo na ‘criação’, há mais de uma década. Nos quatro últimos mandatos, a coisa se repetiu, daquele jeito: gado nas Ruas, nas Praças, nos becos, nos Bairros, etc.. Teve ‘gado de rua’ que chegou a destruir/danificar bens, privados e públicos, uma bagunça com nome e sobrenome...

No Governo atual, do Sr. Deusimar Serra, parece que inexiste qualquer providência satisfatória nesse quesito. Na Administração passada, usando da ironia, cheguei a propor a aprovação do IGD (Imposto sobre o Gado de Rua), uma ‘ideia’ para trazer uma alerta, visando alcançar uma ‘solução’ para um caso importante.



Neste sábado, ao que parece, até um jumento entendeu de fazer parte da 'brincadeira', logo no Centro da cidade, provavelmente para dizer que os bois, as vacas e os bezerros não estão sozinhos na ‘farra’... Talvez, o bichinho tenha razão de sobra. Questão de 'democracia!'
O rebanho está pequeno, não há dúvida. Mas se aumentar de tamanho, vai ser preciso levar a proposta do IGD para algum vereador, na Câmara Municipal...

Algum parlamentar se habilita??

Nenhum comentário:

Postar um comentário