quarta-feira, 8 de novembro de 2017

O INEP É 'INEPTO': CONFUNDIU MULHER DOENTE E A PROIBIU DE FAZER A PROVA DO ENEM... FOI ISSO MESMO!!

constrangida, a mulher escondeu o rosto...

O INEP É ‘INEPTO’: CONFUNDIU MULHER DOENTE E A PROIBIU DE FAZER A PROVA DO ENEM... FOI ISSO MESMO!!
No Exame Nacional do Ensino Médio - ENEM, ocorrido no domingo passado, 5, uma cena serviu para suscitar um questionamento sobre a capacidade do instituto denominado Inep, contratado pelo Governo Federal. INEP é a sigla para Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais ‘Anísio Teixeira’.
É que coordenadores do setor de provas, na região metropolitana de Salvador/BA, de modo inadvertido – ou por falta de capacidade técnica, impediram uma jovem de fazer o Exame, ou seja, a prova, uma vez que a mulher usava uma engenhoca acoplada ao corpo...
Ocorre que o aparelho que a jovem usava, é uma bombinha eletrônica, para mandar a insulina ao paciente, pois a referida pessoa é diabética, condição que justificava o uso da engenhoca.
Ou seja, uma mulher diabética confundida com uma ‘suposta fraudadora’. É isso mesmo?
A mulher do local da Escola, veio com o argumento de que a aluna, quando fez a inscrição para o Enem, deveria ter pedido um “atendimento específico”.

O Inep é 'Inepto!! Haveríamos de concluir de modo diverso? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário