segunda-feira, 6 de novembro de 2017

'INVENTO' DA CHINA PODE AJUDAR O TRÂNSITO BRASILEIRO... E O SOSSEGO ALHEIO TAMBÉM. VOCÊ CONCORDA?

quem com 'ferro fere'....

'INVENTO' DA CHINA PODE AJUDAR O TRÂNSITO BRASILEIRO... E O SOSSEGO ALHEIO TAMBÉM. VOCÊ CONCORDA?

Crônica, por Alex Barroso (advogado).

De início, quero lhe avisar que fiz esta Crônica para ‘rodar’ num dia de domingo, mas resolvi fazer uma ‘troca’ com a segunda-feira, mas sem alterar o texto.

Dia de domingo, tem que ter notícia com uma boa pitada de humor, senão a gente ‘pira’ – hipótese essa que deverá ser a ‘última da última’.

Algumas ideias vindas de fora, do exterior, às vezes, podem ser boas demais, em outros países, se aplicadas do mesmo jeito que são imaginadas onde são inventadas, ou seja, onde foram ‘descobertas’.

A China – lá na Ásia, longe de nós, traz um ‘invento’ que, além do aspecto hilário, revela-se um verdadeiro ‘achado’ para motoristas mal educados... em alguns países eles existem aos montes; no Brasil, também. Isso, aliás, não é novidade. E também não é ofensa de tamanho algum!

Estamos no mundo do ‘farol alto’ – uma estupidez que deveria ser arrancada da importância dos faróis, já que eles servem é muito, à noite, para iluminar os caminhos para os veículos andarem.  

Tem motorista que é bastante consciente que colocar farol alto no veículo é infração de trânsito. Mas ele só se satisfaz 100% quando ele mete o farol na cara alheia, se certificando que a vítima, no outro carro, fez cara ruim, por razões óbvias.

Mas o diabo é que farol alto na cara, convenhamos, é mesmo muito ruim. Acho que é uma das poucas unanimidades da vida.

Tem gente que, de tão mal educada, por ignorância – ou mesmo pelas duas coisas juntinhas, além de andar dentro das cidades (à noite, claro), com farol alto, ‘na maior’, estaciona seu veículo, também ‘na maior’, ‘horas e horas’, no meio da pista. Quem quiser que feche os olhos e ‘tape os ouvidos!’.

Sabe qual é a ideia numa cidade da China, para esse tipo de atitude? Multar o mal educado, com R$ 143,00 e mais: fazer o motorista irresponsável e/ou desatento sentar numa cadeira, para o farol do próprio carro ‘bater’ em seus olhos. Uma maravilha, não! Compraria meu ‘ingresso’ para assistir a cena!, nem que eu perdesse minhas audiências.

Será que a proposta poderia ser aplicada no Brasil? Mas sem adaptação.. não pode ter diferença de tamanho algum. Tem que aplicar a boa ideia, na íntegra, ou seja, do jeitinho que eles aplicam na China, sem ‘desviar’, inclusive os olhos do sujeito. E se pudesse acender os faróis de dois veículos, ao mesmo tempo, seria melhor. Seria mais garantido!

A proposta pode trazer ganhos, pra todos, ainda que de forma ‘enviesada’, como diz o ‘caboco!’

Tem até um ganho adicional: se der certo, nós poderíamos adaptar para resolver parte do problema da perturbação do sossego público, no nosso País.

A ideia teria que ser colocada em prática com bastante organização: o guarda ligaria o som automotivo do próprio baderneiro, a 30 centímetros da porta de sua casa, na hora que ele chegasse pra descansar.

O tempo seria controlado e também cronometrado, de acordo com a perturbação que o infrator houvesse praticado, horas antes.

Poderíamos aplicar a punição no ‘sistema’ 4 por 1, ou seja, a cada 1 minuto de efetiva perturbação do sossego alheio, o infrator deveria receber punição de 4 minutos. E assim por diante! Simples assim, sem rodeios!

No final, a gente iria dizer: ‘meu Deus, como é que demoramos tanto tempo!?’

Depois, a gente teria uma obrigação: agradecer à China, pela ajuda, num quesito importantíssimo da vida nacional.

Cultura é como cachaça: quanto mais velha, mais curtida, mais o sabor é agradável. Será que a comparação ficou boa?

Só queria pedir uma coisinha, para determinados sujeitos que trafegam nas ruas das cidades brasileiras, apenas se valendo da carteira de motorista, a tal CNH: pelo amor de Deus, a invenção vem da China, viu! Se houver culpado por isso, não tenho nada a ver com a medida!

Eu até sei que, no Brasil, a ‘corda só quebra do lado mais fraco’. Mas, repito: pelo amor de Deus, faça ‘greve’ contra o Governo da China. E pelo bem que você quer sua mãe, me deixe de ‘mão’. Em dia de domingo, faço questão de deixar todas as minhas brigas pra segunda-feira.

Meu ‘defeito’, já vi, é querer ajudar as pessoas! Confesso que já estou quase cansando, mas ainda tem um ‘restim’ de gás.

Que todos tenham um bom domingo, com uma bela noite, ao cair do dia. Mas não se esqueçam de lembrar dos ‘faróis altos’.

Como nós estamos no começo da semana, digo-lhes: que todos tenham uma ótima segunda-feira, ainda que o credor esteja à nossa porta.


Nós estamos em tempos de internet: tudo pode ser copiado, em fração de segundos.

Resolvi, enfim, terminar minha crônica... ‘Mais tarra tão bom!’
Nota: esta Crônica foi publicada, neste blog, em novembro de 2016.

Direitos autorais reservados!

Nenhum comentário:

Postar um comentário